Domingo, 4 de Abril de 2004

...

rosared_choro.gif


SONHOS 


     Creio que sou desde sempre uma sonhadora,


Que por muitos anos mutilou seus próprios sonhos.


E eles eram tantos...


Sonhados de dia e de noite.


Sonhos dourados, extraordinários e solitários.


(Nunca encontrei alguém com quem realmente 


compartilhar sonhos)



Jamais gostei de vôos rasantes,


Prefiro-os majestosos.


Não gosto de sonhos sem graça...


Prefiro-os raros, de conquistas insuspeitáveis,


Coloridos e requintados.



 


Isso implica em altos riscos


E, possivelmente, a contraparte, que pede pela segurança,


Tenha sido responsável pela minha entrada


No mundo em preto e branco da realidade marcada pelo medo.


 



Medo de que os sonhos invadissem todos os espaços,


Medo de submergir no mundo fantástico dos meus 


desejos.


Tão frágil me sentia diante do fascínio dos meus 


devaneios,


Que me tornei escrava dos sonhos que sonhavam para mim.



 


Descobri, no meu  próprio tempo,


Que era uma estrangeira no meu próprio mundo


E que viver ou morrer era uma questão de escolha.


Eu estava morrendo e escolhi viver.


Escrever meu próprio roteiro, ser protagonista do 


meu destino,


E jamais voltar a ser coadjuvante na história da 


minha vida.



 


Houve momentos em que senti


Que meus sonhos estavam me corroendo lentamente.


Que estava perdendo tudo por eles e, mesmo assim,


Amei cada segundo do sonho que o meu coração sonhou.


( Do que é capaz uma alma apaixonada!)



 


Olhei para meus sonhos insustentáveis e pensei:


"Sou uma tola sonhadora que acredita nos próprios sonhos".


E um dia disse à 


mulher-criança-injuriada-com-seus-descaminhos:


"Os sonhos são importantes desde que não tomem o 


lugar da própria vida"



 


Aprendi que posso sonhar


E não deixar a vida escapar por entre os dedos.


 Que o "impossível" dura o tempo


De tornarmos o sonho "realidade".



 


Penso que quando um sonho morre,


O sonhador morre um pouquinho.


Mas prefiro recolher os restos de um sonho destruído


Do que jamais ter sonhado.


( Ainda não perdi a esperança de encontrar alguém 


com quem compartilhar sonhos).


             


Flori Jane 


                         


publicado por Loba às 23:18
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 7 de Abril de 2004 às 11:34
Boa Páscoagrilinha
(http://grilinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:grila@netcabo.pt)


De Anónimo a 5 de Abril de 2004 às 13:03
Olá lobinha. Já tinha saudades tuas. Adorei o poema onde me revi com alguma facilidade. Durante alguns anos tb vivi de sonhos que não consegui realizar. Hoje faço os possiveis por tornar realidade alguns deles e vejo que perdi muito tempo.grilinha
(http://grilinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:grila@netcabo.pt)


De Anónimo a 4 de Abril de 2004 às 23:54
Gostei e já estas lincada no meu blog.bjs e fico a espera de visitas nos 2 blogsVitah
(http://www.laboratoriodosabores.blogspot.com)
(mailto:offline@nada.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. Voltei...

. Vou voltar...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Março 2006

. Outubro 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

SAPO Blogs

.subscrever feeds