Domingo, 18 de Julho de 2004

...

00.jpg


 


O Silêncio...




"Me arrependo de coisas que disse, mas jamais do meu silêncio." Xenocrates (396-314 A.C.)

Pense em alguém que seja poderoso.  Essa pessoa briga e grita como uma galinha ou olha e silencia, como um lobo?

Os Lobos não gritam. Eles têm uma força e poder, pois observam em silêncio.

Somente os poderosos, são como lobos e respondem a um ataque verbal com o silêncio.
Além disso, quem evita dizer tudo o que tem vontade, raramente se arrepende por magoar alguém com palavras ásperas e impensadas.
Exactamente por isso, o primeiro e mais óbvio sinal de poder sobre si mesmo é o silêncio em momentos críticos.

Se você está em silêncio, olhando para o problema, mostra que está pensando, sem tempo para debates fúteis. Se for uma discussão que já deixou o terreno da razão, quem silencia e continua a trabalhar mostra que já venceu, mesmo quando o outro lado insiste em gritar a sua derrota.

Olhe. Sorria. Silencie. Vá em frente. Lembre-se de que há momentos de falar e há momentos de silenciar.
Escolha qual desses momentos é o correto, mesmo que tenha que se esforçar para isso.
Por alguma razão, provavelmente cultural, somos treinados para a (falsa) idéia de que somos obrigados a responder a todas as perguntas e reagir a todos os ataques. Não é verdade.

Você responde somente ao que quer responder e reage somente ao que quer reagir.

Você nem mesmo é obrigado a atender seu telefone pessoal.

Falar é uma escolha, não uma exigência, por mais que assim o pareça.
Você pode escolher o silêncio.
Além disso, você não terá que se arrepender por coisas ditas em momentos impensados, como defendeu Xenocrates, mais de trezentos anos antes de Cristo, ao afirmar: "me arrependo de coisas que disse, mas jamais de meu silêncio".
Durante os próximos sete dias, responda com o silêncio, quando for necessário.

Use sorrisos, não sorrisos sarcásticos, mas reais. Use o olhar, use um abraço ou use qualquer outra coisa para não ter que responder em alguns momentos.

Você verá que o silêncio pode ser a mais poderosa das respostas.  E, no momento certo, a mais compreensiva e real delas.

 

(Aldo Novak)


publicado por Loba às 18:12
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 19 de Agosto de 2004 às 14:59
Esse texto é de autoria de Aldo Novak que publica uma news letter denominada Com o Pé Direito, textos de monitvação pessoal.
Ele pode ser contactado pelo e-mail aldonovak@academianovak.com.br, ou via sítio web em http://www.academianovak.com.brFrancisco
</a>
(mailto:chico@qapla.com.br)


De Anónimo a 19 de Julho de 2004 às 05:02
Bonito texto. Já tinhas saudades de te ver opr aqui. Paas lá pelo blog que tenho novidades. grilinha
(http://grilinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:g@a.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. Voltei...

. Vou voltar...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Março 2006

. Outubro 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

SAPO Blogs

.subscrever feeds